Sítio Histórico do Porto de São Mateus

O Sítio Histórico Porto de São Mateus É formado por casarões construídos nos séculos XVIII e XXI. O conjunto arquitetônico do Porto foi tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual. Os 33 casarões que circundam o Largo do Chafariz foram restaurados. O Porto reflete a importância do município de São Mateus no século XIX, no comércio de escravos, com sua poderosa aristocracia rural que produzia e exportava farinha, café, açúcar e madeira. Com a abertura da estrada de rodagem ligando São Mateus a Linhares (1937/38), o Porto foi perdendo sua importância e o comércio passou a ser instalado na parte alta de São Mateus, ficando os Ocasarões por muito tempo entregues s prostitutas (até 1966/67) que mantinham ali seus cabarés.  Observações complementares: o tombamento ocorreu na década de 70, pelo Conselho Estadual da Cultura, dando início a suas restaurantes. Atualmente o uso dos casarões está assim configurado: Sala Ciro Sodré (galeria); Casa do Artesão; Museu da Imagem e do Som; Teatro Largo do Chafariz; Centro de Estudo da Cultura Negra do Norte do ES – CECUNES; Secretaria Municipal de Cultura; Centro de Informações Turísticas e o Centro Cultural do Porto de São Mateus CCP, Pousada e Restaurante. O casarão onde funciona a Livraria Memorial pertence hoje à particulares e foi totalmente restaurado. As visitas programadas devem ser agendadas na Secretaria de Turismo de São Mateus.

Comments are closed.